ditadura espiritual

No whatsapp um amigo me enviou um vídeo das orações no Morro do Alemão (favela do Rio de Janeiro). Ele tava todo feliz e eu não.

Respondi:

Muito lindo, mas dá medo a dominação das mentes que as igrejas fizeram nas favelas. Os ataques às religiões de matrizes africanas e o fechamento das igrejas católicas por falta de público.

Teve início nos anos 1980. Me lembro bem de como foi a “ofensiva” das igrejas batendo de porta em porta todo domingo, oferecendo cesta básica e ônibus privado para nos levar aos cultos, entre outras ofertas. Me lembro de ver os irmãos em grupos “varrendo” as favelas, divididos em times. Sempre aos domingos. E me lembro de como se comportavam quando alguém não queria atender ou dizia ser de outra religião. Segundo eles todos eram do Satanás. Inclusive Caíque, meu cachorro, que latiu ao ver estranhos, foi diagnosticado como possuído pelo Capiroto.

E nós ali, em plena década de 1980, pós ditadura, inflação, fome, tiroteios, esgoto a céu aberto, desemprego… Todos ali miseráveis, sem o Estado. A ausência do Estado deixou espaço para todo tipo de vulnerabilidade. Naquela época meu pai abandonou a casa e construiu outra família. Em 1985, minha mãe estava sozinha, uma mulher preta, com duas meninas, dentro de uma favela, sem pensão alimentícia, sem apoio do governo. Ela que era católica se tornou evangélica porque viu alí sua salvação espiritual. E eu por tabela virei evangélica porque crianças vão onde as mães vão. Mas Nazaré é uma pessoa muito inteligente, e continuei a frequentar as festas da Umbanda, ir aos eventos católicos e desfilava na ala infantil da Unidos da Villa Rica.

Tive a chance de fazer tudo o que quis, inclusive de não fazer a primeira comunhão e o batismo evangélico. Com o tempo percebi que não estava de acordo com certas idéias e saí da igreja aos 15 anos. Minha mãe nunca se opôs a nada que não fosse ilegal e antiético. Tive a oportunidade de estudar tudo o que quis, de ir pra universidade, de fazer teatro e tive condições de refletir através da filosofia e outras fontes.

Mas e os nossos pobres irmãos? Eles acreditaram em tudo, afinal onde o Estado se ausentava, o bispo Macedo e outros eram sempre presentes. Compraram diversas propriedades e construíram diversas igrejas. Nas favelas tem mais igrejas do que postos de saúde, escolas (em geral não tem), biblioteca…

Acho lindo a fé. E eu tenho muita fé e muita espiritualidade. Porém me incomoda o que se tornou o país depois do uso da religião nas comunicações, política, judiciário etc. O Estado é laico. E quando a religião toma esse lugar me faz lembrar o catolicismo das cruzadas. Aí me dá pânico. E me faz lembrar que Bolsonaro foi eleito pelos pobres, em geral pretos e mestiços (detesto a palavra pardo) plenos de fé, que foram induzidos a crer que ele era o candidato enviado por Deus.

Estamos esperando o Messias, mas pensar que era Jair, só me dá muito medo. É muita inocência, ingenuidade, canalhice… Essa questão tá entalada na minha garganta. Afinal, somos um país multi: cultural, racial, religioso, linguístico… Não devíamos deixar essa ditadura religiosa conduzir o país. Pra mim é ditadura contemporânea. Ninguém te tortura fisicamente, mas entra na mente das pessoas, usa o momento de fraqueza e miséria para instaurar idéias.

Obs: Nada contra nenhuma religião e muito menos contra os religiosos. Sou contra os líderes nefastos que estão conduzindo tudo. E esses não são seguidores de Cristo. O Deus deles é dinheiro.

Vocês acham normal ninguém ter ouvido uma Ave Maria, um atabaque? Eu não! O Brasil é (ou era?) um país de imenso sincretismo religioso. Sinto muito pela prisão cultural e espiritual do nosso Brasil.

Gabriela Torres

Roma, 24_03_2020

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Google photo

Stai commentando usando il tuo account Google. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: